0

5 Costumes dos Americanos: a Visão de uma Adolescente

Qual a visão de uma adolescente brasileira em adaptação nos Estados Unidos? Quais são os costumes dos americanos que mais chamam a atenção dela?

Vídeo da Bela


Isabela é minha filha, tem 13 anos, e gravou um vídeo rapidinho sobre este assunto.

Assista aqui, clicando na imagem:

5 Costumes Americanos

Uma coisa que ela fala no finalzinho merece ser sublinhada porque, inclusive, se aplica a qualquer blog que você leia na internet: tudo o que é dito (ou escrito) tem como base a própria experiência da pessoa que fala (ou escreve).

À vezes leio artigos de gente que mora mais perto da Costa oeste ou mais à norte, e parece que estão falando de outro país! Para entender isto basta pensar no próprio Brasil, que também tem dimensões continentais. Se compararmos bahianos com gaúchos, por exemplo, as diferenças são gritantes!

A forma de falar (são como dialetos totalmente diferentes), vestir, dirigir, as danças, as músicas… a lista é grande!

Aqui acontece o mesmo. Então fique alerta e sempre tente identificar onde a pessoa vive, em que época o relato foi feito (muitas coisas mudam com o tempo), e tenha discernimento ao decidir que tipo de informação poderá ser aproveitada por você.

A experiência da Bela tem sido aqui na Georgia.

Além do aspecto geográfico, perceba que tudo passa por um filtro pessoal.

Por exemplo, quando ela fala que aqui eles pedem desculpas e “com licença” com frequência, acrescenta: “acho isso muito legal”, é sua impressão sobre este costume.

Por outro lado, ela poderia muito bem ter feito comentários negativos sobre assoar o nariz em público, por exemplo. E acredito que isto teria acontecido se ela tivesse mantido a mente fechada, considerando a cultura brasileira como a única certa e absoluta.

Mas note que tudo o que ela falou foi “eles assoam como se fosse uma coisa totalmente natural”, como quem diz: “pra mim, não é, mas pra eles sim, então OK”.

A Orientação


Acontece que antes de nos mudarmos, conversamos muito com todos os nossos 3 filhos, sobre a oportunidade maravilhosa que estávamos tendo de poder viver de perto 2 culturas distintas. Em vez de criticar os pontos negativos de uma ou de outra, nossa orientação sempre foi de observar, avaliar, adotar a prática que julgássemos melhor, e respeitar aqueles que fazem diferente. Na cultura brasileira ou na americana.

Esta conversa eu indico para todos os pais que se mudarão com seus filhos para qualquer outro país. O choque cultural é natural acontecer. Mas cabe a nós torná-lo algo positivo e proveitoso para a vida de nossas famílias.

**

Espero que você tenha gostado deste blog rapidinho e direto ao assunto. 🙂

Eu, particularmente, estou muito orgulhosa da Bela. No Brasil ela era muito tímida e nunca faria um vídeo como este.

Graças a Deus, este é um dos muitos frutos que ela está colhendo com a mudança!

Ela tem um canal no YouTube em que você pode se inscrever, se assim desejar, ao acessar o vídeo acima.

Se você tiver dúvidas ou comentários para ela, ou para mim, por favor, aproveite o espaço dos comentários abaixo.

P.S.: Por falar em filhos, você sabia que deixá-los em casa sozinhos, mesmo que sejam adolescentes, pode ser ilegal aqui nos Estados Unidos? Tudo depende do estado em que você mora. Veja mais neste POST.

Vamos continuar a bater papo!

Eliane Lima

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *